31 Janeiro 2011

Preservação de células estaminais

Acabei de fazer um levantamento e uma análise das empresas que, em Portugal, prestam serviços de criopreservação de células estaminais. É uma daquelas coisas que esperamos nunca vir a usar, que sabemos que dificilmente serão usadas (compatibilidade, avanço científico, etc.) mas que nos iria atormentar se um dia se viesse a colocar a hipótese de as usar e não as tivessemos.

Como ainda demorei algum tempo a fazer a análise das hipóteses disponíveis no mercado português, resolvi partilhar aqui os dados que encontrei esperando, com isso, facilitar a vida a alguém.
































EmpresaGuardam cordão?Local de armazenamentoCusto do kitCusto da preservaçãoObservações
Bebé VivaNos pacotes 20 e 25 anosPenafiel115 euros15 anos: 995 euros
20 anos: 1200 euros
25 anos: 1400 euros
Não necessita de análises pós-parto
CriostaminalNãoCantanhede60 euros20 anos: 1330 euros
25 anos: 1580 euros
Certificação pela ABB
Actualmente a única aprovada pelo Ministério da Saúde no âmbito do decreto lei 12/2009 de Março
Custo do transporte de células para transplante suportado em território nacional mas não para o estrangeiro
BiotecaNãoLisboa115 euros20 anos: 1095 euros
25 anos: 1295 euros
Requer testes sanguíneos maternos alguns meses após o parto
Seguem normas da Netcord
CriovidaSimMaia117.87 euros20 anos: 1112.12 eurosLigado a laboratórios em Madrid e Dusseldorf
Seguem normas da Netcord
Custo do transporte de células para transplante suportado em território nacional e para o estrangeiro



Alguns comentários:
  • parece não haver qualquer interesse científico na preservação do cordão já que este é apenas usado, inicialmente, para fazer os testes iniciais necessários
  • os preços apresentados são sujeitos muitas vezes a promoções temporárias (ex. reembolso do valor do kit no caso de se avançar com a criopreservação).
  • o contrato a assinar é enviado junto com o kit. Dado que nessa altura a pessoa já terá pago o valor inicial do kit, poderá ser tarde demais para mudar de ideias caso não se concorde com algum dos aspectos do contrato. Infelizmente, e com a excepção da Criovida que tem o contrato online (aqui em PDF), nenhuma das outras empresas o faz. Assim, sugiro que façam o que fiz: telefonar e pedir às empresas que vos enviem cópia do contrato por email. Todas o fizeram prontamente.
  • um dos aspectos em que eu estava interessada era no armazenamento das células em mais do que um armazém para reduzir hipóteses de destruição das células devido a fenómenos extremos (ex. incêndio, terramoto, etc.). No entanto, tal não é oferecido actualmente por nenhuma das empresas listadas.

Claro que não posso deixar de referir que os dados apresentados são derivados da minha interpretação da informação nos sites das respectivas empresas à data de hoje: não são vinculativos e podem estar errados.

Eu não tenho nada a ver com nenhuma das empresas listadas.

1 comentário:

Anónimo disse...

Post digestiva nesta página, textos deste modo destacam a quem analisar nesta página :)
Entrega muito mais deste espaço, aos teus amigos.